Água Doce

Por entre rios, ribeiros e zonas húmidas, muitas são as horas passadas à procura da melhor representação da força e serenidade da fonte da vida.

Dos vários tipos de luz, há um pelo qual sou fascinado: a luz refletida. Essa luz, aliada à grande plasticidade que a água consegue emprestar, da mais serena à mais revolta, adiciona uma camada de interpretação extra às imagens.

Adoro beber desta água e às vezes esta frase não á apenas uma metáfora que se pode aplicar à minha criação artística. Subir o leito de um rio de montanha é e será sempre uma experiência essencial.

  • Data:

    Fev. 2009 a Mar. 2016

  • Local:

    Boquilobo, Gerês, Nisa, Tomar, Minho.

Voltar ao topo